11.12.12

A boneca que lhe mudou a vida

A mente das crianças (pelo menos das minhas) é fértil. Inquieta. Um nicho de ideias. E oportunidades.
É a criação. De jogos. Profissões. Artes. Brinquedos. Presentes!!!
Em Novembro, a Carolina sonhava (acordada e a dormir) com o Nenuco médico. Centrava as suas intervenções numa tentativa desesperada de alguém do núcleo familiar contemplar esse pedido nas preces ao menino Jesus.
Mais tarde, inventou a Barbie e um castelo que ao que agora se sabe nunca existiu. A Barbie é gaja moderna. Não se compadece com princesas e gatas borralheiras que vivem em castelos e andam em cavalos.
Pois que a Barbie tem uma casa com elevador. E um ferrari na garagem.
Na carta ao Pai Natal ainda se lembrou de tablets e carros a bateria.
Mas hoje o mundo (dela) parou quando descobriu umas bonecas. Cá para nós, que ela não nos ouve, aquilo não são bonecas, são objectos de decoração e deviam ser mantidos longe das mãos pequeninas.
Por mim, tinha-as trazido todas e guardava-as num museu. Ia ser muito feliz a fazer-lhes o guarda roupa, a vesti-las e a passeá-las. Maneiras que é fácil entender a minha Carolina e a sua obsessão pela boneca que se chama Leo, mas que ela batizou de Carlota.
 - Mamã estou-me a portar bem?
 - Ainda não gritei com a Constança!
 - Olha só para mim quieta no meu canto...
 - Se continuar assim até ao Natal achas que o Pai Natal me traz a Carlota?
 - Então a partir de hoje e até ao Natal estou grávida.

Atentem

Este é o Leo... Rebatizado de Carlota



Esta é a minha favorita



3 comentários:

  1. Onde se podem adquirir essas bonecas?

    ResponderEliminar
  2. São muito caras Menina das Sardas?

    ResponderEliminar
  3. Adorei! Se a minha filha vê isso é uma tragédia...

    ResponderEliminar